Tudo passa

ampulheta-do-tempo5

Tudo na vida passa.

Passa  sensação de euforia, de ansiedade, de alegria.

Passa a dor,  a tristeza, o desapontamento, a mágoa, a decepção.

Tudo nessa vida vai… Na mesma proporção que vem…Na velocidade de uma lágrima ou de um sorriso..

A dor não é eterna, assim como a felicidade também não.

Portanto, devemos valorizar cada segundo, cada sentimento, momento que estamos vivenciando.

Nesse instante, alguns podem estar sorrindo, celebrando um nascimento, um casamento, uma promoção, uma aprovação, uma vitória.

Certamente os momentos felizes serão eternizados. Impossíveis de esquecer… Farão parte da história de vida de cada um e deixarão as melhores lembranças.

Por outro lado, nesse instante, outros podem estar sofrendo a perda de alguém, uma separação, uma desavença, uma decepção.

São momentos de dor que não podem ser desprezados.

Através da dor nos conhecemos mais, mostramos quem somos, onde erramos, o que deixamos de fazer, onde devemos melhorar, o que aprendemos.

É um aprendizado doloroso e que muitas vezes deixas marcas, mas é necessário.

De qualquer maneira, vivenciando momentos bons ou ruins, saímos ganhando.

Num primeiro momento talvez seja difícil perceber, mas quando “passar”, tudo tende a ficar mais claro.

A euforia, a alegria já foram. A tristeza também.

Sobra apenas a serenidade para nos ajudar a refletir e tornar a sorrir!

Beijos no coração,

Samara Garcez

Alguns

Universo Paralelo

sociedade

Conversamos tanto diariamente, mas como é difícil falarmos de nós mesmos.

Falar dos nossos sentimentos. Assumir quem realmente somos. Se despir perante o outro ou para si mesmo.

É mais fácil criticar a maneira do outro viver, as escolhas feitas e até mesmo opinar sobre o que não devemos como roupas, casas, carros, etc.

Isso acontece muito… Pode ser chamada de fofoca, distração ou qualquer outro nome que inventem por aí.

O fato é que é muito mais fácil e divertido se ocupar com aquilo que não é nosso, porque o que é nos dá muito trabalho e ouso dizer que algumas vezes até medo.

Temos uma reputação perante a sociedade, à família, à igreja… Temos que mostrar sermos bons sempre… Não errar, sempre estarmos certos sobre tudo e todos.

Assim funciona esse universo paralelo.

E quando por alguma razão, decide-se ser quem você é na sua essência, muitas vezes se é criticado, humilhado, judiado e isolado dessa sociedade que se julga tão inteligente.

É como se o mundo estivesse muito além de você.

Por isso eu digo: É mais fácil tomar conta da vida dos outros e deixar o resto passar.

Deixar a vida passar… deixar de viver, de se corrigir, de ser feliz com o que possui.

É mais fácil mostrar o que tem: as roupas de marca, os carros caros, casas luxuosas, do que mostrar para o próximo as suas dores, as suas falhas.

É mais fácil estar em um casamento ou família de aparências, onde todos parecem felizes perante a sociedade, mas no fundo sofrem de diversas maneiras, onde há desavenças e falta de amor.

É mais fácil colocar poeira embaixo do tapete e esconder o problema do que enfrentá-lo.

Mas estando bem para os outros, está bem para nós.

E quando por alguma razão uma parte feia da vida sua aparece para o outro, a primeira reação é justificar o erro… Nós sempre estamos certos.

Sempre temos razão. A culpa é sempre do outro. Nunca é nossa.

Caramba! Como é difícil viver nesse mundo!

Que mundo é esse que vivemos sobre o julgamento do outro, onde os sentimentos não importam?

Que mundo é esse onde vale mais o ter do que o ser?

Que mundo é esse onde você só é aceito se age como a maioria?

Que mundo é esse que criamos e vamos deixar para os nossos filhos viver?

Um mundo de mentiras, ilusões?

Um mundo apenas material? E os sentimentos? Onde ficam?

Tá na hora de acordar! Levantar as mãos e recorrer à Ele.

Reconhecer as falhas assumir quem somos, não ter vergonha de pedir ajuda ao outro ou de possuir menos que o outro.

Estender a mão quando necessário, sem vislumbrar nada em troca.

Amar simplesmente… Viver e multiplicar esse amor.

Assumir os erros e tentar consertar.

Ser feliz… Independentemente das circunstâncias…

Estar em paz….

Buscar a paz…

Viver a paz….

Amar infinitamente…

Será que é tão difícil assim? Ser humano e ser bom? Não podemos ser os dois?

Beijos no coração,

Samara Garcez

Felicidade é uma escolha

palavras_ao_ventoSentada em algum lugar, estive refletindo sobre os ensinamentos da vida.

Cada decisão que tomamos, compartilhamos, vivenciamos, define quem somos. São as nossas escolhas que definem a nossa caminhada.

Às vezes andamos sobre pedras; Às vezes andamos sobre flores.

O fato é que tudo depende da maneira como escolhemos viver… O que decidimos cada segundo, define quem somos, o que queremos, onde estamos e para onde vamos.

Podemos mudar a nossa direção? Sim! Sempre! Sempre há tempo para mudar.

Mas mudar nem sempre é fácil. Mudanças exigem que sejam feitas escolhas. E escolhas exigem decisões.

Decisões nem sempre são fáceis de tomar. Algumas podem ser dolorosas, mas necessárias.

De qualquer maneira, precisamos perceber que toda mudança traz benefício.

Não existe aquele ditado: “Depois da tempestade vem a bonança”?

Então… Depois do sofrimento, da decepção, da dor,  vem o alívio, a sombra fresca. Vem o dia seguinte. Surgem as oportunidades… As novas escolhas… E um novo aprendizado.

Não quer dizer que o que ficou para trás deverá ser esquecido. Quer dizer que precisamos seguir em frente e carregar conosco toda a nossa trajetória.

Nos orgulhar de quem somos e sorrir…. Devemos deixar para trás, sentimentos que não agregam valor. Tristeza, mágoa, rancor, amargura… Nada disso vale a pena. Só nos faz ser ainda mais infelizes.

Remoer sentimentos como esses, só duplica a dor, a infelicidade,  a amargura, a solidão.

Não importa o que aconteceu ou onde você parou… Se alguém te feriu ou se simplesmente te deixou.

Se as portas fecharam ou recebeu o desprezo, o rancor, a perversão.

Nada disso importa. O que importa é que o você faz com o que você recebe. Importa como você enxerga isso.

Ontem, ouvi uma frase de um pastor muito abençoado. Era mais ou menos assim:

“Felicidade não é um estado de espírito. É uma escolha.”

Você pode escolher receber esses sentimentos, essas dores, sofrer.  Duplicar essa dor e querer se vingar e gritar e bater.

Pode querer voltar uns contra os outros, apenas para atingir quem te feriu. Para tentar se sentir melhor, por achar que está no controle ou apenas por querer ter razão.

Mas você quer realmente ter razão? Não prefere ser feliz?

Não digo para passar por cima de tudo o que aconteceu… Digo para viver… Para ser grato à Deus diariamente por tudo o que Ele te proporciona. Desde o ar que você respira até infinidade do universo.

Somos apenas um grão de areia perante a criação Dele. E o nosso tempo aqui será breve. Quando nos dermos conta, tudo terá passado, inclusive as oportunidades de ser feliz novamente.

Não podemos perder tempo com o que não vale a pena. É preciso ter sabedoria e discernimento.

Recuar quando necessário; Deixar as águas banharem o coração e limpar. Tirar tudo aquilo que fere, magoa, que prende, e, renovar a esperança, o amor, a fé e entender que tudo é passageiro, que desse mundo não levaremos nada, apenas o que cultivamos dentro de cada um de nós.

Para encerrar, ao iniciar esse post, abri a Biblia no Salmo 24 e gostaria de compartilhar com vocês.

Salmo 24

Do SENHOR é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam.
Porque ele a fundou sobre os mares, e a firmou sobre os rios.
Quem subirá ao monte do Senhor, ou quem estará no seu lugar santo?
Aquele que é limpo de mãos e puro de coração, que não entrega a sua alma à vaidade, nem jura enganosamente.
Este receberá a bênção do Senhor e a justiça do Deus da sua salvação.
Esta é a geração daqueles que buscam, daqueles que buscam a tua face, ó Deus de Jacó.
Levantai, ó portas, as vossas cabeças; levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória.
Quem é este Rei da Glória? O Senhor forte e poderoso, o Senhor poderoso na guerra.
Levantai, ó portas, as vossas cabeças, levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória.
Quem é este Rei da Glória? O Senhor dos Exércitos, ele é o Rei da Glória.
Beijos no coração,
Samara

…E o Sol voltará a brilhar!

sol

E o Sol voltará a brilhar!

Quando imaginamos não ter mais forças para continuar,

Quando achamos que tudo acabou e nada vai mudar,

Quando imaginamos não ter direito a um pouco da felicidade que tanto sonhamos,

Acontece algo… Os sinais aparecem… Um auxilio inesperado, um bilhete de loteria, uma entrevista de emprego.

Um beijo…um agradecimento, um pedido de ajuda….

São  sinais… Que algo melhor está por vir… O Sol voltará a brilhar…

A caminhada é longa e às vezes árdua, mas o importante é não desistir… Acreditar que coisas boas estão no seu caminho.

Basta permitir que as pessoas, as situações entrem na sua vida….Abrir as portas e janelas do seu coração.

Se permitir ser feliz mais uma vez… Dar-se a chance de sorrir e sonhar novamente.

Os objetivos e as aspirações nem precisam ser tão grandes… Grande deve ser a vontade no seu coração…

Grande deve ser a generosidade, a fraternidade dentro de nós.

Que sejamos capazes de sorrir para os outros e para nós mesmos;

Que sejamos capazes de retribuir apenas bons sentimentos;

Que sejamos capazes de dividir e ajudar;

Que sejamos capazes de amar ainda mais;

Que tenhamos coragem de enfrentar os nossos próprios medos e inseguranças, sem medo de chorar ou sofrer,

Que a cada dia sejamos capazes de renovar as esperanças,

Que tenhamos tempo e vontade de enxergar novas possibilidades e sejamos capazes de aceitar as mudanças,

Que sejamos gratos por tudo o que recebemos dessa vida. Se as coisas acontecem de maneira inesperada, é porque somos capazes de superar qualquer coisa.

Que a esperança sempre se renove e o amor seja infinito.

E assim… O Sol permanecerá sempre em nossas vidas.

Boa Semana!!!

Beijos no coração,

Samara