As doenças da alma

BLOG-GRANDE-INTERNO_DOENCAS-DA-ALMA

Nos dias de hoje fala-se muito sobre as doenças da alma. Depressão, síndrome do pânico, crises de ansiedade e por aí vai.

Essas doenças ou síndromes desencadeiam problemas mais sérios que podem levar uma pessoa a se tornar incapaz de realizar as coisas mais simples do dia-a-dia.

Casos como esses são cada vez mais comuns. Todos conhecemos ao menos 1 pessoa que passou por uma dessas situações.

A correria do dia-a-dia, stress, relações mais resolvidas, perda de um emprego, contribuem (e muito!) que situações como essas apareçam ou se agravem.

Mas o que fazer para não adoecer? Como levar uma vida mais saudável tendo que enfrentar a loucura do nosso dia-a-dia?

Será que a solução realmente resume-se em um diagnóstico, medicação e terapia?

Acho que não. Se assim fosse, muitos estariam curados, o problema não se tornaria recorrente. As barreiras seriam vencidas mais facilmente e todos estariam um pouco mais felizes.

Feliz… Acho que um dos segredos está aí.

Vivemos em um mundo cinza, onde faltam cores, falta amor, compaixão. Falta a felicidade.

Ser feliz em um mundo como esse? Impossível!

Não é. Posso assegurar que ser feliz hoje é uma escolha!

A mesma correria de todos os dias, a falta de tempo e tudo mais nos impedem de enxergar coisas simples ao nosso redor.

Contemplar o dia ao amanhecer. Tarefa simples. Ir trabalhar observando o mundo a sua volta.

Respirar fundo. Ser grato por mais esse dia.

Dar um sorriso. Nem sempre é fácil sorrir. Há momentos que sorrir pode ser uma tarefa difícil, mas devemos tentar. Sorrir faz bem para quem o faz, mas principalmente para quem o vê.

Alimente-se bem e com calma. Uma refeição saudável e bem apreciada pode trazer muitos benefícios para a sua saúde.

Pratique algum exercício. Se não tiver tempo, troque o elevador pelas escadas, deixe o carro na garagem ao ir ao supermercado, vá levar levar os filhos a pé.

Procure estar sempre em movimento. Exercitar-se faz bem para a saúde, mas é melhor ainda para a mente. Exercitar-se ajuda a limpar a mente, clarear as idéias.

Relacione-se mais com seus amigos, filhos, cônjuges. Estar perto dos que amamos, dos que nos fazem sorrir, recarrega as energias.

Leia um bom livro. A boa leitura além de ensinar sempre alguma coisa, nos faz viajar para lugares impensáveis.

Viaje. Conheça novos lugares. Desfrute. Relaxe.

Faça caridade. Ver o sorriso no rosto do outro não tem preço.

Durma pelo menos 8 horas por dia. Dormir renova as energias para o próximo dia.

Tenha uma religião. Aproxime-se de Deus. Relacione-se com Ele. Ele está sempre disposto a nos ouvir e ajudar.

E lembre-se: Essas são as poucas coisas que podemos controlar no nosso dia a dia. O restante está muito além de nós e, se tiver dúvidas quanto à isso, pense:

– Consegue controlar as batidas do seu coração?

– Controla a direção do vento?;

– Consegue determinar o horário exato do nascer e do por do sol?

– Sabe quantos fios caem do seu cabelo? Ou quantas lágrimas caem do seu rosto?

Pois é…. Não somos nada…. Mas temos tudo na nossa vida. E precisamos ser gratos por tudo o que temos.

Ajudar, amar, viver. Se fizermos isso com o coração aberto, certamente podemos dizer que um pouquinho da felicidade fomos capazes de conquistar.

Beijos no coração,

Samara Garcez