Ao mestre com carinho

luz

Existem pessoas que não passam despercebidas.

Não precisam fazer muito esforço para sorrir, cantar, para brilhar.

Com uma leveza e muita simplicidade, nos mostra que a vida existe para ser vivida e que mesmo que os problemas surjam, com amor, fé e muita garra somos capazes de superá-lo.

Um sorriso no rosto que diz tudo, cativa amigos, aproxima as pessoas e as famílias. Faz termos vontade de viver ainda mais e ver os nossos filhos e netos crescerem cada dia mais.

Uma dose de humildade, respeito e amor ao próximo que nos faz enxergar que precisamos ser mais brandos, perder tempo com coisas pequenas, dar as mãos e seguir em frente.

À você, NOSSO MESTRE que nos deu a honra de compartilhar essa vida com você, o meu muito OBRIGADA.

Te agradeço imensamente pelas histórias contadas, que muito nos ensinaram, por cada gesto, cada sorriso.

Obrigada por ter feito parte nosso universo e de alguma maneira ter deixado as nossas vidas mais coloridas.

Obrigada por ter povoado esse muito com pessoas MARAVILHOSAS e que certamente levarão o seu legado para frente.

Simplesmente, obrigada por tudo.

Que Deus te acompanhe.

Samara Garcez

Anúncios

Gratidão

o-poder-da-gratido-1-638

Ao longo de nossas vidas, quantas vezes nos lembramos de agradecer? Será que agradecemos o suficiente pelas dádivas recebidas?

O que realmente é gratidão? Estar grato é o mesmo que estar feliz?

Os dias passam e muitas vezes deixamos passar despercebidas as coisas simples, mas que fazem a diferença em nossas vidas e, que sem elas talvez não fôssemos capazes de continuar.

Devemos ser gratos por cada segundo de nossas vidas. Como disse, pelas simples coisas.

Devemos agradecer pelo ar que respiramos, pela sombra das árvores, pelo brilho do sol, pela chuva que refresca os nossos dias.

A gratidão deve existir, por cada manhã sermos capazes de abrir os olhos, por ter o coração batendo, a capacidade de respirar, enxergar, andar.

Devemos ser gratos às pessoas que estão à nossa volta. Aos nossos pais por nos terem dado a vida, aos nossos irmãos, primos por partilharem doces momentos da nossa infância.

Devemos ser gratos pelo carinho especial e doçura dos nossos avós. Pelos amigos que fizemos, pela educação que recebemos, por termos um lugar para dormir, um alimento para saciar a nossa fome.

Devemos ser gratos pelos nossos companheiros, pelos nossos filhos e pela oportunidade de começar uma nova história.

Devemos ser gratos pelas oportunidades que nos aparecem, pela sorte que temos de desfrutar as boas coisas da vida.

A gratidão existe no sorriso de uma criança, na doçura de um animal, em uma melodia.

Devemos ser gratos pelas lágrimas que derramamos, pelas dores e decepções as quais passamos, pelas barreiras que enfrentamos, pois todas elas nos fortalecem e nos fazem valorizar todas as coisas boas que muitas vezes insistimos em não enxergar.

Devemos agradecer principalmente a Deus, que nos proporciona todas essas bençãos que recebemos, pela sua capacidade de nos confiar as tarefas mais árduas e nos mostrar que sempre há uma saída e um caminho para a paz e para a alegria.

Para alguns, ser grato pode ser um recomeço. Uma nova chance. Um refresco para a alma.

A gratidão talvez não nos traga a felicidade, mas certamente nos traz um sentimento de paz muito grande e nos deixa um pouco mais próximos de Deus.

Beijos no coração,

Samara Garcez

Ensinamentos da Vida

mar_bravio

Ninguém passa por essa vida sem experimentar todos os tipos de emoções. Acredito que esse seja um dos motivos para os quais viemos a esse mundo.

Todos em algum momento sentimos uma alegria imensa, seja em um nascimento, casamento, encontro ou reencontro.

Aquela alegria que faz o coração bater mais forte, faz os olhos brilharem com mais intensidade e o sorriso se alargar até não caber mais no próprio rosto.

Essa é a pureza e a essência da alegria, da felicidade.

Certamente vivenciamos ao menos uma vez na vida um sentimento como esse.

E vem a ansiedade…Essa pode ser tanto na alegria como na preocupação ou na tristeza.

Estar ansioso, provoca diversos tipos de sensações. Calafrios, falta de ar, aumento dos batimentos cardíacos, “borboletas no estômago”.

Tantas sensações para descrever algo que esperamos impacientemente. Pode ser uma ligação, uma resposta, um olhar. Quem nunca esteve em uma situação parecida?

E tem a tristeza. Essa é bastante dolorosa. Geralmente quando perdemos um amor, um ente querido, quando nos decepcionamos.

A tristeza é a dor da perda. São lágrimas que caem do rosto sem que consigamos controlar. O desânimo, a falta de vontade, de desistir de tudo nascem da tristeza.

Enfim, assim são os sentimentos. Vivenciamos cada um deles à medida que experimentamos algo que não conhecemos em nossas vidas.

Alguns são bons e, se pudéssemos sentiríamos somente as sensações que mais no agradam, que mais nos dariam satisfação, prazer e alegria.

Mas infelizmente a realidade é outra.

Vivemos uma miscelânea de experiências. Vem as dificuldades que não queremos passar, e então passamos e, para nos fortalecer, vem as alegrias, as surpresas, as bençãos que nos fazem crer, sentir esperança, acreditar novamente que tudo pode mudar, que a vida vai melhorar.

E quando melhora, vem os desafios, as tristezas, decepções, as provações que testam nossos limites, a razão e a nossa fé.

Sentimentos como esses nos colocam a prova de nós mesmos. São como provas práticas da nossa vivência que nos mostram se realmente cremos naquilo que pregamos para o próximo.

É o famoso “Falar é fácil”. São as experiências que vivemos que realmente nos mostra quem somos, ou do que somos capazes.

São essas experiências que nos definem como seres humanos, cheios de fé ou com a falta dela.

São essas mesmas experiências que têm o poder de nos fortalecer ou nos derrubar de vez.

Tudo depende da maneira como encaramos o que vivemos….

Vivemos para ensinar ou para aprender? Para amar ou magoar? Para sentir ou apenas passar?

Vivemos para fazer a diferença ou para ser mais um?

Podemos fazer a diferença sempre! Na nossa vida, mas principalmente na vida do outro.

Fazemos a diferença quando entendemos que independentemente dos sentimentos que estamos vivenciando, somos capazes de transmitir para qualquer pessoa que o amor, prevalece acima de qualquer coisa.

Que a esperança deve continuar brotando nos olhos e nos corações.

Que a caridade deve fazer parte da nossa rotina, assim como acordar todos os dias e escovar os dentes.

Que a tristeza, a decepção, o abandono, existem para nos fortalecer, para serem transformados em alegria, fé, renovação, amor.

Seja o que for que esteja sentindo ou vivendo, lembre-se que há sempre um caminho a ser seguido. Um caminho de muita luz, paz, amor, que todos temos acesso, todos somos capazes de atravessar.

A luz brilha para cada um de nós. Não importa o que aconteceu no passado e nem como está o presente. O que realmente importa é o que você vai decidir ser e sentir daqui pra frente.

Renove suas energias, alimente sua fé, sorria, contemple as coisas mais simples da vida, e a resposta virá, junto com um fortalecimento de que o melhor ainda está por vir.

Beijos no coração.

Samara Garcez