Sobre o amor

download

 

Há tantas coisas para falar sobre o amor.

O amor é sublime, é terno, é um lindo sentimento. É através dele onde as pessoas se unem, se sentem mais felizes e realizadas.

Através do amor, temos as maiores conquistas, realizamos sonhos, perseveramos.

Por amor lutamos, choramos, sorrirmos, amamos.

Ah, o amor. Um sentimento antagônico. Ao mesmo tempo que nos faz sorrir, dilacera o coração.

Um amor não correspondido, uma decepção, uma perda. São formas dolorosas de amar.

Um matrimônio, o nascimento de um filho, a realização de um sonho, São formas doces de amar.

O amor existe em todos os momentos e situações. Ele está presente até mesmo quando achamos que ele não pode estar.

Ele habita nos nossos corações e fora dele. Nas pequenas coisas. Uma flor, um animal, um sorriso. Em tudo o que se habita nesse mundo há amor.

O amor mais puro é o  de uma mãe por um filho. Essa é uma das maiores provas do quão forte,  importante e verdadeiro é esse sentimento. Não existem palavras para traduzir. É grande, é intenso, é doloroso. É o coração batendo do lado de fora do corpo.

Mas amar demais pode se tornar algo ruim.

Amar demais pode sufocar, apriosionar, destruir.

Quando amamos demais alguém, precisamos deixar o outro viver. Dar espaço, liberdade, respeitar o outro, acredite, também é uma forma de amar.

Amar é dar espaço, é estar junto, mesmo estando longe, é dividir, é saber a hora certa de parar mesmo não querendo, é aceitar.

Usar de artimanhas para cercar o outro com a culpa, o medo, não é uma demonstração de  amor.

Ciúme, inveja, egoísmo e controle sobre o outro, podem destruir quem você mais ama.

As escolhas de cada um são únicas. E precisamos respeitá-las mesmo não concordando.

Amar verdadeitamente é querer ver o outro feliz e não controlar a vida dele, querer destruir tudo o que o outro conquistoi para simplesmente fazer valer a própria vontade.

Muitas mães perdem o controle sobre o amor e ultrapassam esse limite. Esquecem que existe respeito, a liberdade e o momento certo para se retirar.

E depois não medem esforços e utilizam de artimanhas para conseguirem o que querem.

Isso é amor? Não. Isso é egoismo, frustração, inveja por não poder proporcionar tudo para aquele ser que mais se ama.

Amar é apenas amar…. deixar ir… mesmo que em meio a lágrimas. É fazer a coisa certa mesmo que seja dificil e ser grato por um dia ter tido a honra de poder sentir algo assim.

 

Beijos no coração,

Samara Garcez

 

 

 

 

Anúncios